segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Novas empresas não chegam a cinco anos de ciclo de vida.

Criar e desenvolver empresas no Brasil tem sido um grande desafio, considerando que um número significativo de novas empresas não chegam a cinco anos de ciclo de vida.
Discuta:

a) Quais aspectos são considerados relevantes para o insucesso dos empreendimentos?
b) Como mudar este cenário?

Respondendo:

a) Quais aspectos são considerados relevantes para o insucesso dos empreendimentos?

Não aceitar que os clientes são o final do ciclo do processo produtivo e não se preocupar com eles, não oferecendo nenhum tratamento diferenciado além do produto. Esquecer que o cliente é o foco e sua fidelidade mantém a empresa viva.

Não valorizar sua marca através da mídia, sem investir em marketing de propaganda de seus produtos linkados a marca.

Não se preocupar em calcular o preço final ao consumidor, sem levar em conta o mercado competitivo, não saber a estratégia que usar para cada produto, tem que ter um profissional que entenda de planilhas de custo, margem de lucro e onde o produto vai penetrar,concorrer, etc.

Não se preocupar com a qualidade da matéria prima que dará origem ao produto, nem acreditar em certificação, acreditar que consumidor só quer desconto e preço bom, que não se preocupa com a qualidade da compra.

Não querer investir em tecnologia, achando que software, automação, comunicação via intranet, internet, comercio eletrônico é tudo muito caro.
Acreditar que todos profissionais são iguais. Não investir na qualificação, tendo uma politica de RH ultrapassada, achando que trocando a mão de obra resolve o problema e que o mercado ta cheio de gente precisando trabalhar, então não é necessário pagar salários que atendam as condições básicas de seus colaboradores e nem de altos salários para quem tem especialização em sua área de atuação..

Não acreditar em gestão de empreendimento, achar que é só produzir e vender barato, sem planos estratégicos, sem visão sistêmica de seus processos,achando que isso é pura burocracia e gera muito papelada.
Achar que seu fornecedor só porque precisa, não deve tê-lo na sua gestão, como colaborador/parceiro , na ilusão que ele pode até reclamar, mas vai lhe dar crédito.

Não acreditar em logística achar que quando precisar de insumos é só ligar e quando os produtos ficarem prontos é só despachar,achando que se investir nisso fica mais caro que o frete e transportadora tem um monte.

Não é necessário pesquisar as taxas dos bancos, todos são iguais. Esta procura é perda de tempo e tempo é dinheiro. Não adianta ficar fazendo controles...

Pensar que ninguém nesse empreendimento é melhor que você,já que todos tem que receber ordens o tempo todo, por isso é melhor obedecerem, porque você sabe o resultado que quer alcançar, portanto é bom que façam o que você quer.


Conclusão: Se qualquer empreendimento tiver no seu mentor estes pensamentos com certeza terá uma coletânia de insucessos.



b) Como mudar este cenário?

Pelo cenário do item a) este empreendimento estará em crise e a crise gera inovação,sendo assim, poderá reverter seu insucesso em sucesso se inovar da seguinte forma:

Para os Clientes: um Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC).
Para sua Marca : Contratar empresa especializa em marketing para renovar e consequentemente valorizar sua Marca junto ao mercado e seus consumidores.

Para seu Preço : Criar uma política de preços para seus produtos.

Para a Qualidade : Implantar um programa da Gestão da Qualidade.

Para Tecnologia e informação: Atualizar seu sistema de tecnologia e informação.
Para a Qualidade da Mão de Obra: Investir em politica de RH, preparando seus colaboradores para ter competência, habilidade e atitude.

Para os Controles : Criar plano de controladoria de seus processos.

Para Centralização: descentralizar o poder, contratando empresa para implantar um programa de Desenvolvimento de lideranças.




Acredito que desta forma este empreendimento conseguirá reverter o insucesso em sucesso!


Este trabalho foi baseado em pesquisa na internet,que cito abaixo:


Porém, com meu próprio texto, melhorado e traduzindo o conhecimentos adquiridos nas disciplinas ao longo deste curso:

José Marcos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário